FLV Visita o Centro de Tecnologia de Segurança Veicular da Mercedes Benz

Por especial gentileza da Mercedes Benz pudemos visitar o novíssimo centro de testes em Segurança Veicular na cidade de Sindelfingen, Alemanha.

 

Fomos recepcionados e guiados na visita pelo Eng. Andreas Kramer, a quem muito agradecemos pela atenção e informações sobre o centro de testes durante nossa visita.

 

Juntamente conosco nesta visita estava também o Sr. Jens Wolking Gerente de Desenvolvimento de Negócios da Kistler, nossa representada no Brasil. Todo sistema de aquisição de dados do centro de testes da Mercedes é de fornecimento da Kistler, com tecnologia “in-dummy”.

 

 

 

Auditório Principal da Safety Week 2017

O novo centro de tecnologia de Segurança Veicular da Mercedes Benz

Foto Daimler – Global Media Center

O planejamento inicial para a construção do centro começou em 2012. Os trabalhos foram iniciados em Abril de 2014 com o primeiro teste efetivo ocorrendo em Setembro de 2016.

 

O prédio impressiona logo na chegada pela arquitetura e tamanho. Com uma área construída de mais de 55.000m2, o centro possui o que existe de mais avançado e completo para testes de segurança veicular, incluindo veículos elétricos, caminhões e até tratores.

 

A segurança na operação está presente em todos os detalhes. Próximo a área de testes de veículos elétricos foi construída uma enorme piscina a céu aberto. Em caso de incêndio nas baterias de lítio, o carro de teste pode ser rapidamente removido por um trator especial e submerso nesta piscina extinguindo o fogo.

 

A área coberta livre para testes é enorme. Diversas pistas de teste e capacidade de realizar qualquer tipo de crash em qualquer angulo.

 

Do centro de controle em nível elevado é possível visualizar de toda a área de testes, permitindo controle completo da operação com total segurança.

 

Uma visita ao centro exige do visitante um certo preparo físico para vencer as distancias entre as diversas áreas e localizações dos equipamentos. Muitas vezes o deslocamento é feito através de pequenos veículos elétricos para agilização. Mas a maioria do pessoal de operação anda mesmo a pé.

 

“Faz parte do processo de admissão para trabalho aqui no centro de teste uma avaliação física prévia do candidato. É preciso ter certeza que o mesmo se encontra em boa forma para os deslocamentos necessários durante o período de trabalho”- diz o engenheiro Kramer.

O centro de testes possui quatro pistas de testes, cada uma pode ser operada independentemente

Foto Daimler – Global Media Center

Laboratório de “Dummies” – Um total de 120 manequins de teste são preparados em condições controlada de temperatura. Alguns manequins podem chegar a 220 pontos de medição com custo de 700.000 Euros por manequim.

Foto Daimler – Global Media Ce

Na foto o sled de aceleração da IST Instron Hydropuls (representada no Brasil pela FLV), um dos quatro sleds existentes no centro técnico da Mercedes Benz em Sindelfingen.

Foto Daimler – Global Media Center

Principais Fatos

 

  • Construção: Abril 2014 – Setembro 2016

 

  • Localização: Centro Tecnológico da Mercedes-Benz (MTC) em Sindelfingen

 

  • Investimento: em centenas de milhares de Euros

 

  • Possíveis configurações de teste de impacto: 70 diferentes configurações para carros e caminhões, incluindo impacto frontal (com diferentes graus de overlap), impacto traseiro, impacto lateral com barreiras móveis e poste, capotamento e impacto veículo para veículo.

 

  • Documentação: câmeras de alta velocidade em diversas posições inclusive por debaixo do veículo através de poço de filmagem com cobertura transparente.

 

  • Principais Instalações de Teste: Área totalmente coberta para testes de impacto com pistas angulares e área PRE-SAFE®, quatro sistemas de sled, rampa de gradiente/rollover para testes, lançadores para teste de impacto de cabeça.

 

  • Características Especiais: Possibilidade de testes de impacto com veículo usando sua própria força motriz (incluindo veículos elétricos e com células de combustível), simulação de acidentes reais incluindo frenagem de emergência, diversos blocos para impacto – incluindo um móvel, um com rotação e três estacionários, hovercraft para transporte suave das carrocerias dos veículos com os manequins até os sleds, uso de drones para monitoramento de segurança na área de impacto, área integrada para manequins e carrocerias, sistemas automático de alta precisão de medidas (incluindo sistema de coordenadas e escaneamento de superfícies)

 

  • Dimensões Gerais do Prédio: 170 m x 279 m x 23 m

 

  • Área: 55,000 m2

 

  • Comprimento da pista principal de teste: mais de 200m

 

  • Vão livre na área de crash: 90m x 90m

 

  • Controle climático: uso do calor rejeitado pelo sistemas adjacentes de túneis de vento